13/03/2019

Hoje é dia de paralisação e protesto dos técnicos da UFSC

Conforme aprovado em assembleia geral, os trabalhadores técnico-administrativos em Educação da UFSC vão parar suas atividades nesta quarta-feira (13/3). A concentração será no hall da Reitoria da Universidade a partir das oito horas da manhã. O Dia de Paralisação foi chamado para demonstrar a indignação dos trabalhadores, que fazem a defesa do reajuste salarial da categoria, se manifestam contra a reforma da Previdência e expressam sua solidariedade às vítimas do descaso com a barragem de Brumadinho (MG) e no incêndio do centro de treinamento do Flamengo (RJ), desastres que vitimaram dezenas de trabalhadores que lutavam pela sobrevivência.

Haverá uma roda de conversa às 10 horas sobre o risco que o rompimento de barragens representa para a população catarinense. A conversa vai contar com a presença de Júlia May Vendrami, uma das coordenadoras do MAB (Movimento de Atingidos por Barragens) de Santa Catarina. A tragédia de Brumadinho disseminou pelo País preocupações em checar o nível de segurança das barragens. Os dados são alarmantes, pois, além de Brumadinho e Mariana, existem mais de 5.000 barragens no Brasil, muitas delas com classificação de risco potencial de danos estruturais. Em SC há 177 barragens em operação e 288 em fase de construção, licenciamento ou em estudos. O Governo Federal, através da Agência Nacional de Águas, determinou inspeções em 44 barragens catarinenses.

Outras notícias

Eu sou a UFSC

mariadefatima

Maria de Fátima Pires

Maria de Fátima Pires, 53 anos de idade, nasceu na cidade de Braço do Norte, região sul do Estado. Filha de florianopolitanos, com 9 anos se mudou + Mais

Vida nova na UFSC

andreia

Andreia dos Santos Farias

Andreia dos Santos Farias, 31 anos de idade, é natural de Irati, interior do Paraná. Teve uma infância tranquila, brincando, indo à escola, estuda + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi