28/09/2018

Em assembleia, trabalhadores aprovam dia de paralisação na UFSC

Em assembleia geral da categoria na manhã desta sexta-feira (28/9), os trabalhadores técnico-administrativos em Educação da UFSC aprovaram o indicativo da Fasubra de adesão à paralisação na próxima quarta-feira (3/10). Entre os encaminhamentos aprovados está a realização de um ato público na tenda a ser montada em frente ao prédio I da Reitoria da UFSC, no campus da Trindade. A manifestação faz parte do Dia Nacional de Paralisação e a iniciativa está inserida no calendário de lutas da Federação para reforçar o movimento contra os ataques dos órgãos de controle e em defesa do reposicionamento dos aposentados, prejudicados desde a época da implantação do plano de carreira dos técnicos das universidades, há 13 anos. A mesa dos trabalhos foi dirigida por Celso Ramos Martins, Cláudio Hoer Trindade e Cláudio Roberto Silvano, todos da coordenação do SINTUFSC.

Ao comentar a situação dos trabalhadores, o coordenador geral do sindicato, Celso Ramos Martins, observou que em matéria salarial não houve avanço algum nas negociações e que no momento a categoria está fora da possibilidades de reajustes no orçamento da União para o ano que vem. Além disso, lamentou os exageros cometidos pelos órgãos fiscalizadores, como a ação do Tribunal de Contas da União que quer cortar a hora extra incorporada judicialmente ao contracheque de mais de 300 aposentados da Universidade, o que pode representar um corte de até 40% da renda de alguns deles. “Os órgão de controle estão vindo para dentro da instituição e ferindo a autonomia universitária”, disse. Nos informes locais, Martins reforçou o papel desempenhado pelo sindicato e os representantes da categoria no desfecho favorável no caso da trabalhadora Juliane de Oliveira, que teve revertida sua exoneração esta semana pelos membros do Conselho Universitário.

Ele informou também que os usuários do plano de saúde Uniplan 513, da operadora Unimed, sofrerão um reajuste de 10% no valor das mensalidades em novembro. Ele ressaltou que os termos do acordo judicial firmado no ano passado limitaram os reajustes do plano aos índices autorizados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Outras notícias

Eu sou a UFSC

licinio

Licino Rodolfo Mendes

Licino Rodolfo Mendes nasceu em Florianópolis no dia 18 de junho de 1941 e mora com a esposa Rose no condomínio residencial Villa Açoriana, no bair + Mais

Vida nova na UFSC

alan

Alan Lopes dos Santos

Alan Lopes dos Santos nasceu em Itajaí mas sempre residiu no município de Governador Celso Ramos. Pelo fato do pai ser trabalhador da pesca Alan mor + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi