27/07/2018

Cotas do PIS/Pasep podem ser sacadas em agosto

No dia 8 de agosto será retomada a possibilidade de saque das cotas do PIS/Pasep por parte dos trabalhadores de todas as idades que foram cadastrados num dos dois programas entre 1971 e outubro de 1988. Quem tiver direito deve buscar o recurso junto à rede de agências do Banco do Brasil, no caso do Pasep, e da Caixa Econômica Federal, no caso do PIS. O saque das cotas vai beneficiar os trabalhadores que ainda são titulares de cotas junto aos dois programas do Governo Federal.

No dia 13 de junho o Governo Federal liberou o saque do fundo para cotistas de todas as idades que trabalharam entre 1971 e 1988. Com a medida, o objetivo é o de injetar R$ 34,3 bilhões na economia, em valores equivalentes às cotas de 25 milhões de pessoas, com um valor médio a receber de R$ 1.370. De acordo com o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, quem esperar para sacar a cota em agosto receberá até 10% mais. Caso o saldo das cotas não tenha sido sacado até 29 de junho, os recursos seriam corrigidos durante o mês de julho, com possibilidade de retirada até o dia 28 de setembro.

A lei que ampliou a possibilidade de saque foi sancionada pelo presidente Michel Temer em junho e, no caso específico do PIS, cerca de 21,3 milhões de brasileiros terão direito à retirada, segundo a Caixa. O valor total disponível passa de R$ 28,1 bilhões. O PIS é a sigla para Programa de Integração Social, criado em setembro de 1970 para promover a integração do empregado na vida e no desenvolvimento das empresas, buscando uma melhoria na distribuição da renda nacional. Já o Pasep, ou Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, surgiu em dezembro de 1970 com a finalidade de proporcionar aos servidores públicos civis e militares a participação na receita das entidades integrantes dos órgãos da administração pública direta e indireta, nos âmbitos federal, estadual e municipal e das fundações instituídas, mantidas ou supervisionadas pelo Poder Público.

A possibilidade de saque das cotas é diferente do abono salarial do PIS/Pasep que começou na quinta-feira (26/7) e beneficia quem recebe até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada ao menos durante 30 dias em 2017. Além disso, para receber o abono o trabalhador deve estar estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter seu cadastro atualizado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). O valor do abono depende do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2017.

Para consultar sua cota no Pasep, clique aqui

Para consultar sua cota no PIS, clique aqui

Confira o calendário:

Calendario Cotas PIS Pasep

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outras notícias

Eu sou a UFSC

antonio

Antônio Carlos dos Passos

Nascido em Florianópolis, no bairro Agronômica, Antônio Carlos dos Passos, mais conhecido pelos colegas como Toninho da Viola. Cresceu na Ilha de S + Mais

Vida nova na UFSC

antoniomarcos

Antônio Marcos Machado

Antônio Marcos Machado é servidor técnico-administrativo lotado na secretaria do programa de pós-graduação em física do CFM, na UFSC. Na secret + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi