24/04/2018

Sindicato emite nota de repúdio à repressão policial na Câmara da Capital

A Coordenação do sindicato, reunida na manhã desta terça-feira (24/4) na sede da entidade, criticou a ação truculenta das forças de segurança na repressão aos manifestantes dos movimentos sociais contrários ao projeto de lei colocado em votação no último sábado, em pleno feriado de 21 de abril, pela Câmara de Vereadores de Florianópolis. Confira a manifestação da direção:

A Direção do SINTUFSC manifesta seu repúdio à realização da sessão da Câmara de Vereadores da Capital, que aprovou o Projeto de Lei de Organizações Sociais de Florianópolis (OS), de iniciativa do prefeito municipal Gean Loureiro (MDB). Na prática este projeto privatiza setores de suma importância para o população, como creches e unidades de saúde.

A malfadada sessão foi realizada em um sábado,  dia 21 de abril, em pleno feriado nacional, dia do mártir Tiradentes, data que lembra e homenageia a luta de brasileiros e brasileiras contra o domínio português, conhecida como Inconfidência Mineira, ocorrida em 1789.

A desastrosa sessão aconteceu sob forte aparato policial e ataque à população que se organizou para se contrapor ao nefasto projeto.

Servidores públicos, profissionais da imprensa, lideranças das entidades sociais e sindicais, enfim, homens, mulheres, crianças e idosos foram atacados com bala de borracha e foram trancafiados à chave na antessala da Câmara Municipal de Florianópolis e intoxicados pelos policiais e integrantes da guarda municipal com gás de pimenta para que o pacote de maldades fosse aprovado por dezesseis votos a seis, mas com muita resistência da população.

A direção do SINTUFSC conclama a base da categoria para fortalecer a defesa do Serviço Público e contra o Projeto de Organizações Sociais de Florianópolis, participando do ato promovido pelos movimentos populares e sindicais de Santa Catarina, que acontecerá nesta quarta-feira, dia 25/4, com concentração às 17 horas em frente ao Ticen, no Centro de Florianópolis.

Vamos nos unir as comunidades, trabalhadoras, trabalhadores, sindicatos, movimento estudantil, popular, conselhos, que estão convidando a ocupar as ruas junto com os trabalhadores da PMF que estão em greve contra o projeto de privatização de Gean Loureiro. Todos as ruas, em defesa do serviço público!

Trabalhadores em greve tomaram as ruas em frente à Câmara Municipal. Foto: Sintrasem

Trabalhadores em greve tomaram as ruas em frente à Câmara Municipal durante a votação de sábado. Foto: SINTRASEM

 

Outras notícias

Eu sou a UFSC

Jpeg

Atayde Ratti

Atayde Antônio Ratti, este trabalhador da UFSC de 58 anos é formado em Agronomia na própria universidade em 1987, de onde saiu para seu primeiro em + Mais

Vida nova na UFSC

juliane

Juliane S. da Silva

Natural de Santa Maria (RS), Juliane S. da Silva, veio para Florianópolis aos seis anos de idade para morar com a avó que morava na região central + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi