21/12/2017

Assembleia discute controle eletrônico de assiduidade

Durante a última assembleia geral do ano realizada pelos trabalhadores técnico-administrativos em Educação da UFSC na manhã desta quinta-feira (21/12), no auditório da Reitoria, a categoria ouviu os relatos dos membros da comissão e da Coordenação do SINTUFSC que conseguiram reverter a decisão da Reitoria em instalar o ponto eletrônico na Universidade. Além de discutir o acordo com a Adminstração os trabalhadores definiram os rumos para viabilizar o controle social de assiduidade na instituição.

Entre os encaminhamentos aprovados, a indicação dos nomes para viabilizar a implantação do controle eletrônico de assiduidade, como está sendo discutido com a Administração. A mesa dos trabalhos foi dirigida por Celso Ramos Martins e Maria Aparecida Pereira Martins, ambos da Coordenação do sindicato.

Com prazo até o final do próximo semestre para transformar em realidade a proposta que sensibilizou a Administração, o temor é que um eventual fracasso possa resultar no retorno do projeto de controle através de catracas, ponto eletrônico biométrico e câmeras de vídeo. Os equipamentos são considerados arcaicos pela categoria porque não são adequados à complexidade das carreiras e atribuições no âmbito da Universidade.

Os nomes dos trabalhadores relacionados para compor a Comissão a ser oficializada pela Reitoria com integrantes da Administração são: André Ruas, Antônio Gabriel Martins, Dilton Mota Rufino, Ivandro Carlos Valdameri, Luciano Antônio Agnes, Luiz Artur de Oliveira, Valdenir Lourival Ferreira e Veridiana Bertelli de Oliveira.

Clique aqui e leia o ofício da Reitoria encaminhado à Justiça Federal e ao Ministério Público Federal

Clique aqui e leia o ofício da Coordenação do SINTUFSC encaminhado à Reitoria após a assembleia desta quinta

 

Outras notícias

Eu sou a UFSC

alex

Alex Martins

Alex Martins é nativo de Florianópolis e desde o dia 13 de setembro de 1979 trabalha na Universidade Federal de Santa Catarina. São 30 anos de dedi + Mais

Vida nova na UFSC

thayse

Thayse Moreira Monguilhott

Thayse Moreira Monguilhott, 27 anos de idade, é natural de Florianópolis. Nasceu e cresceu no bairro Balneário, na região continental. “Tive uma + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi