17/07/2017

Administração deve anunciar esta semana decisão no caso Daniel Dambrowski

A administração central da UFSC recebeu no final da tarde de sexta-feira (14/7) a comissão montada pelo SINTUFSC e que está fazendo o acompanhamento do processo que envolve trabalhador técnico-administrativo em educação Daniel Dambrowski, ameaçado de exoneração desde a gestão anterior. Os representantes dos trabalhadores foram recebidos pelo reitor da Universidade, Luiz Cancellier, pela vice-reitora Alacoque Erdmann e pela pró-reitora de gestão de pessoas da Universidade (Prodegesp), Carla Búrigo, além da diretora do departamento de desenvolvimento de pessoas (DDP), Patricia Belli.

A pró-reitora informou que a comissão da DDP já concluiu seu parecer técnico que vai ser encaminhado no início desta semana para a Reitoria oficializar a decisão a ser tomada com base no parecer e informada ao próprio Daniel e seu advogado no processo administrativo ainda no início da semana. O reitor ressaltou em sua fala que ao assumir o cargo o processo de exoneração de Daniel já estava pronto e que o caminho mais fácil seria o de assiná-lo.

Em março a comissão foi recebida pela pró-reitora da Prodegesp, quando conversaram sobre o andamento do processo e a disposição da administração em receber a contribuição dos membros da comissão de trabalhadores para chegar a uma conclusão.

“O caminho que tomamos foi o de sustar a exoneração e devolver o processo para reanálise da Prodegesp”, disse o reitor ao observar que o objetivo foi o de garantir a verificação de possíveis falhas no processo. A decisão completou 14 meses e Cancellier disse que é preciso dar um fim ao processo para que ele siga seu trâmite.  Celso Ramos Martins, da coordenação geral do sindicato e membro da comissão, destacou que o assunto provocou uma situação de desgaste para todos os envolvidos.

Outras notícias

Eu sou a UFSC

Adelino_07

Adelino Barbosa

Aos 78 anos, Seu Adelino Barbosa esbanja saúde e vitalidade dirigindo seu automóvel Astra e visitando diariamente os amigos no campus da UFSC na Tri + Mais

Vida nova na UFSC

ndi

As pioneiras no NDI

Dalanea Cristina Flor, 36 anos, é formada em pedagogia, possui graduação e mestrado pela UFSC. Trabalhava na escola do Hospital Universitário e fe + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi