03/03/2017

Março começa com mobilizações pelos direitos das mulheres e contra a reforma da Previdência

Em assembleia geral realizada na manhã desta sexta-feira (03/03) no hall da Reitoria, os trabalhadores e trabalhadoras da UFSC aprovaram o calendário de mobilizações da categoria, que prevê pelo menos dois dias de paralisação no mês de março, contra a reformas da Previdência e Trabalhista e a retirada de direitos. A primeira delas acontece no dia 8, dia internacional da luta das mulheres (confira mais abaixo a programação das atividades que estão sendo organizadas). Foi aprovada também a adesão à paralisação do Dia Nacional de Lutas nos Estados no dia 15 de março, proposta pelo movimento sindical contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que trata da reforma da Previdência.

As atividades estão sendo organizadas pelas entidades que compõem o Fórum de Lutas em Defesa dos Direitos. A proposta aprovada na assembleia prevê a realização de uma palestra pela manhã e, durante a tarde, reforçar as mobilizações com as demais entidades no Centro da Capital.

A mesa que coordenou os trabalhos foi conduzida por Celso Ramos Martins, Dilton Mota Rufino e Maria Aparecida Martins, da direção do SINTUFSC e que fez a leitura do calendário de lutas proposto pela FASUBRA às entidades que compõem a base da Federação. Durante a assembleia o assessor jurídico do sindicato, Guilherme Belém Querne, fez um relato do andamento das ações judiciais em defesa dos direitos da categoria e informou que vai preparar uma nota explicativa assim que o acórdão na ação dos quintos for publicado. A integrante da comissão das 30 horas, Jakeline Carbonera, também participou da assembleia e prestou informações, respondendo questionamentos da plenária. Segundo ela, na próxima semana deve estar no ar a página da comissão na internet, com um relato do andamento do processo elaborado pelas setoriais.

Foram eleitos os delegados à Plenária Nacional da FASUBRA, prevista para ocorrer de 17 a 19 de março em Brasília, Dilton Rufino pela direção e Enaura Graciosa, Sônia Maria Kempner, Valdenir Lourival Ferreira e Ricardo Valdameri representando a base da categoria. De acordo com Rafael Pereira, dirigente da Federação, está sendo preparada a pauta de reivindicações para ser aprovada na plenária com o índice de reposição das perdas inflacionárias, além de um ganho real, a ser apresentada na mesa de negociações com o Governo Federal na campanha salarial 2017. Até agora não existe perspectiva de reajuste para 2018 e uma greve nacional da categoria, pela necessidade de fôlego, poderia ser considerada apenas no âmbito de uma greve nacional do conjunto dos servidores públicos federais. O movimento grevista seria deflagrado ainda no mês de abril.

A assembleia sacramentou a eleição para escolher os nomes que vão compor o Conselho Fiscal do SINTUFSC, com a eleição de duas chapas com titular e suplente. Foram oficializados os nomes de Gerson Rabelo Napoleão (titular) e Armando José Vidal (suplente); José Dias Júnior (titular) e Jaqueline Elisabeti Vieira Carioni (suplente).

Confira as imagens da assembleia desta manhã:

Confira a programação que está sendo construída para o dia 8 de março #NÓSPARAMOS!:

04/03 (sábado): Próxima reunião aberta de organização e oficina de cartazes e faixas para o dia 8 de Março.
Horário: 9h – Local: Largo da Alfândega (em frente às lojinhas de artesanato da ilha). Todas convidadas!

06/03 (segunda-feira): Reunião de organização na UFSC.
Horário: 18h30 – Hall do CED – UFSC

06 e 07/03: Atividades nos IFSC da Grande Florianópolis.

07/03 (terça-feira):
Seminário “Direito das mulheres”
Manhã: palestra de Márcia Tiburi e movimentos de mulheres. Organização da bancada feminina da Assembleia Legislativa de SC.
Tarde: apresentação do Case Portal Catarinas – Jornalismo e Perspectiva de Gênero e mesa de debates “Os desafios para as mulheres em 2017: PEC 287 (Fim da Previdência Social e Mulheres no Mundo do Trabalho)”

Local: ALESC (Veja detalhes do evento nas redes sociais clicando aqui)

**PROGRAMAÇÃO DO DIA 8 DE MARÇO EM FLORIANÓPOLIS:

06h30 às 9h: Panfletagem e entrega de fita lilás e apitos no Ticen.

9h às 18h: Tenda do 8MBrasilSC no Largo da Alfândega: TRIBUNA LIVRE para mulheres, debates, exibição de vídeos, atividades artísticas, atendimento com profissionais de saúde e do direito. Venha saber como a REFORMA NA PREVIDÊNCIA do governo Temer afeta você!

12h30: APITAÇO MUNDIAL DAS MULHERES!

13h: Concentração e ATO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA em frente ao INSS da Rua Felipe Schmidt, com mulheres do campo e da cidade, seguida de panfletagem nas ruas e lojas do Centro.

17h: Tenda do 8MBrasilSC no Largo da Alfândega: Assembleia de mulheres para leitura e aprovação do Manifesto 8MBrasilSC.

18h: Concentração no TICEN para a Marcha das Mulheres em Florianópolis, com saída às 19h.

Na reunião de 21 de fevereiro, no Sinjusc, em Florianópolis, o coletivo de mulheres que vem se encontrando em reuniões abertas para a construção do 8M deliberou a confecção de materiais, campanha de mobilização das mulheres na internet com a hastag #EUPARO, além de um intenso trabalho de conversa e mobilização de todas as mulheres nos bairros e em todos os espaços onde cada uma possa atuar: escolas, locais de trabalho, universidades, espaços públicos! Será a SEMANA M de mobilizações. Uma forte e linda programação está sendo construída para o dia 8 em Florianópolis por comissões de cultura, de mães, de mobilização e articulação. Em muitas cidades do Estado as programações também estão sendo construídas! Santa Catarina vai tremer no 8M!

*Divulgaremos toda a programação cultural, de oficinas, rodas de conversa, exibição de vídeos e outras atividades em breve! Informaremos também os locais para retirada de panfletos para distribuição. O 8MBrasilSC – Greve Internacional de Mulheres em SC é organizado por mulheres autônomas, de coletivos, movimentos, sindicatos, federações e associações, seguindo o chamado global para o 8 de Março. No Facebook: 8M Brasil – SC.

#TodasJuntas #NósParamos #NemUmaAMenos #PorTodasNós #VivaseLivresnosQueremos #GreveInternacionaldeMulheres #8MBrasil #8MBrasilSC #WomanStrike #8M #NiUnaMenos

Outras notícias

Eu sou a UFSC

alex

Alex Martins

Alex Martins é nativo de Florianópolis e desde o dia 13 de setembro de 1979 trabalha na Universidade Federal de Santa Catarina. São 30 anos de dedi + Mais

Vida nova na UFSC

roberta

Roberta Moraes De Bem

Roberta Moraes De Bem, 26 anos, é bibliotecária, se formou na Udesc em 2005 e desde o dia 9 de setembro de 2008 trabalha como chefe de serviço de r + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi