03/03/2017

Março começa com mobilizações pelos direitos das mulheres e contra a reforma da Previdência

Em assembleia geral realizada na manhã desta sexta-feira (03/03) no hall da Reitoria, os trabalhadores e trabalhadoras da UFSC aprovaram o calendário de mobilizações da categoria, que prevê pelo menos dois dias de paralisação no mês de março, contra a reformas da Previdência e Trabalhista e a retirada de direitos. A primeira delas acontece no dia 8, dia internacional da luta das mulheres (confira mais abaixo a programação das atividades que estão sendo organizadas). Foi aprovada também a adesão à paralisação do Dia Nacional de Lutas nos Estados no dia 15 de março, proposta pelo movimento sindical contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que trata da reforma da Previdência.

As atividades estão sendo organizadas pelas entidades que compõem o Fórum de Lutas em Defesa dos Direitos. A proposta aprovada na assembleia prevê a realização de uma palestra pela manhã e, durante a tarde, reforçar as mobilizações com as demais entidades no Centro da Capital.

A mesa que coordenou os trabalhos foi conduzida por Celso Ramos Martins, Dilton Mota Rufino e Maria Aparecida Martins, da direção do SINTUFSC e que fez a leitura do calendário de lutas proposto pela FASUBRA às entidades que compõem a base da Federação. Durante a assembleia o assessor jurídico do sindicato, Guilherme Belém Querne, fez um relato do andamento das ações judiciais em defesa dos direitos da categoria e informou que vai preparar uma nota explicativa assim que o acórdão na ação dos quintos for publicado. A integrante da comissão das 30 horas, Jakeline Carbonera, também participou da assembleia e prestou informações, respondendo questionamentos da plenária. Segundo ela, na próxima semana deve estar no ar a página da comissão na internet, com um relato do andamento do processo elaborado pelas setoriais.

Foram eleitos os delegados à Plenária Nacional da FASUBRA, prevista para ocorrer de 17 a 19 de março em Brasília, Dilton Rufino pela direção e Enaura Graciosa, Sônia Maria Kempner, Valdenir Lourival Ferreira e Ricardo Valdameri representando a base da categoria. De acordo com Rafael Pereira, dirigente da Federação, está sendo preparada a pauta de reivindicações para ser aprovada na plenária com o índice de reposição das perdas inflacionárias, além de um ganho real, a ser apresentada na mesa de negociações com o Governo Federal na campanha salarial 2017. Até agora não existe perspectiva de reajuste para 2018 e uma greve nacional da categoria, pela necessidade de fôlego, poderia ser considerada apenas no âmbito de uma greve nacional do conjunto dos servidores públicos federais. O movimento grevista seria deflagrado ainda no mês de abril.

A assembleia sacramentou a eleição para escolher os nomes que vão compor o Conselho Fiscal do SINTUFSC, com a eleição de duas chapas com titular e suplente. Foram oficializados os nomes de Gerson Rabelo Napoleão (titular) e Armando José Vidal (suplente); José Dias Júnior (titular) e Jaqueline Elisabeti Vieira Carioni (suplente).

Confira as imagens da assembleia desta manhã:

Confira a programação que está sendo construída para o dia 8 de março #NÓSPARAMOS!:

04/03 (sábado): Próxima reunião aberta de organização e oficina de cartazes e faixas para o dia 8 de Março.
Horário: 9h – Local: Largo da Alfândega (em frente às lojinhas de artesanato da ilha). Todas convidadas!

06/03 (segunda-feira): Reunião de organização na UFSC.
Horário: 18h30 – Hall do CED – UFSC

06 e 07/03: Atividades nos IFSC da Grande Florianópolis.

07/03 (terça-feira):
Seminário “Direito das mulheres”
Manhã: palestra de Márcia Tiburi e movimentos de mulheres. Organização da bancada feminina da Assembleia Legislativa de SC.
Tarde: apresentação do Case Portal Catarinas – Jornalismo e Perspectiva de Gênero e mesa de debates “Os desafios para as mulheres em 2017: PEC 287 (Fim da Previdência Social e Mulheres no Mundo do Trabalho)”

Local: ALESC (Veja detalhes do evento nas redes sociais clicando aqui)

**PROGRAMAÇÃO DO DIA 8 DE MARÇO EM FLORIANÓPOLIS:

06h30 às 9h: Panfletagem e entrega de fita lilás e apitos no Ticen.

9h às 18h: Tenda do 8MBrasilSC no Largo da Alfândega: TRIBUNA LIVRE para mulheres, debates, exibição de vídeos, atividades artísticas, atendimento com profissionais de saúde e do direito. Venha saber como a REFORMA NA PREVIDÊNCIA do governo Temer afeta você!

12h30: APITAÇO MUNDIAL DAS MULHERES!

13h: Concentração e ATO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA em frente ao INSS da Rua Felipe Schmidt, com mulheres do campo e da cidade, seguida de panfletagem nas ruas e lojas do Centro.

17h: Tenda do 8MBrasilSC no Largo da Alfândega: Assembleia de mulheres para leitura e aprovação do Manifesto 8MBrasilSC.

18h: Concentração no TICEN para a Marcha das Mulheres em Florianópolis, com saída às 19h.

Na reunião de 21 de fevereiro, no Sinjusc, em Florianópolis, o coletivo de mulheres que vem se encontrando em reuniões abertas para a construção do 8M deliberou a confecção de materiais, campanha de mobilização das mulheres na internet com a hastag #EUPARO, além de um intenso trabalho de conversa e mobilização de todas as mulheres nos bairros e em todos os espaços onde cada uma possa atuar: escolas, locais de trabalho, universidades, espaços públicos! Será a SEMANA M de mobilizações. Uma forte e linda programação está sendo construída para o dia 8 em Florianópolis por comissões de cultura, de mães, de mobilização e articulação. Em muitas cidades do Estado as programações também estão sendo construídas! Santa Catarina vai tremer no 8M!

*Divulgaremos toda a programação cultural, de oficinas, rodas de conversa, exibição de vídeos e outras atividades em breve! Informaremos também os locais para retirada de panfletos para distribuição. O 8MBrasilSC – Greve Internacional de Mulheres em SC é organizado por mulheres autônomas, de coletivos, movimentos, sindicatos, federações e associações, seguindo o chamado global para o 8 de Março. No Facebook: 8M Brasil – SC.

#TodasJuntas #NósParamos #NemUmaAMenos #PorTodasNós #VivaseLivresnosQueremos #GreveInternacionaldeMulheres #8MBrasil #8MBrasilSC #WomanStrike #8M #NiUnaMenos

Outras notícias

Eu sou a UFSC

Jpeg

Irajá Penha

Irajá Silveira Penha é nascido em Florianópolis e foi criado no bairro do Estreito, área continental da Capital. Ele foi o primeiro técnico em + Mais

Vida nova na UFSC

alan

Alan Lopes dos Santos

Alan Lopes dos Santos nasceu em Itajaí mas sempre residiu no município de Governador Celso Ramos. Pelo fato do pai ser trabalhador da pesca Alan mor + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi