15/12/2016

Trabalhadores repudiam ação da Polícia Militar durante assembleia de greve

Depois de deliberarem sobre o assunto em assembleia geral de greve, os trabalhadores e trabalhadoras Técnico-Administrativos em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) estão divulgando, através de documento elaborado pelo Comando Geral de Greve, uma nota em que repudiam a ação da Polícia Militar durante uma das assembleias da categoria realizadas no campus da Trindade.

Na assembleia realizada no dia 24 de novembro, e iniciada na via de acesso à Universidade pelo Bairro da Trindade, um dos agentes da corporação tratou com truculência os trabalhadores que estavam no local. A força policial impediu a realização da assembleia naquele espaço, obrigando a plenária a se deslocar para o hall da Reitoria. Durante a assembleia, a categoria deliberou por retornar ao local e concluir os trabalhos na via ao lado do antigo DAE.

Clique aqui e confira a íntegra da nota de repúdio. Clique aqui e leia a resposta da Administração da UFSC ao ofício encaminhado pela direção do SINTUFSC. A nota está sendo encaminhada ao Comando Geral da PM. A categoria voltou ao trabalho nesta quinta-feira (15/12) depois de encerrar o movimento nacional de greve contra a PEC 55/2016 e pelo cumprimento integral dos acordos da greve de 2015.

Outras notícias

Eu sou a UFSC

claudionor

Claudionor dos Santos

“O eu sou a UFSC” deste mês faz uma homenagem a um dos funcionários mais antigos, ainda na ativa, da UFSC. Claudionor dos Santos começou a tr + Mais

Vida nova na UFSC

eduardo

Eduardo de Almeida Isoppo

Eduardo de Almeida Isoppo saiu de Criciúma aos 18 anos de idade e prestou vestibular para o curso de Física, na UFSC. Passou, em 2001, e frequenta a + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi