Renata Janh Werlich Coelho

renataNascida em Florianópolis e criada em São José, Renata Janh Werlich Coelho, 26 anos, é funcionária da UFSC há cerca de dois anos e meio. Atualmente é chefe de expediente do Departamento de Engenharia Elétrica, no CTC.
Residente do bairro roçado, no continente, ela entrou na UFSC para cursar Ciências Contábeis, em 2004, mas trancou o curso quando estava na quinta fase para se dedicar aos estudos para concurso. “Estava estudando para o concurso do Banco do Brasil quando fiquei sabendo do concurso da UFSC e passei a focar nesse objetivo”, explica. “Já conhecia a universidade, a estabilidade do serviço público e a proximidade de casa me fizeram optar por ficar aqui”.
Foi admitida em outubro de 2008, e desde então já fez alguns cursos de capacitação. “Tinha uma boa impressão da UFSC como aluna e agora muito mais como funcionária”. No Departamento, Renata é responsável pelos processos de afastamento, progressão, pelas disciplinas. “Lido com toda a rotina de departamento, como por exemplo, memorando, ofícios. Organizo as disciplinas por professores. Tenho bastante contato com eles”.
Na universidade a trabalhadora conta que foi muito bem recebida. “Ouvi isso de vários trabalhadores novos. Parece que a universidade estava esperando muito a nossa chegada”, conta da recepção. “A pessoa que estava na minha função me passou as informações necessárias. Foi muito bom”.
Como hobby, Renata atua como fotógrafa nas horas vagas. “Desde pequena eu sempre me interessei pela fotografia. Fiz curso para me aprimorar, sempre leio a respeito. Já fiz alguns trabalhos para parentes. É uma paixão minha”.
Para o futuro, Renata quer continuar a se dedicar ao trabalho e carreira na universidade. “Quero me aprimorar nas atividades na UFSC e me dedicar à fotografia”. Ela ainda não conhece o trabalho do Sintufsc mas já ouviu falar bem das atividades. “Os colegas sempre falam da atuação do sindicato. Ainda não me inteirei mas vou procurar saber”.

Eu sou a UFSC

otavio

Otávio Pereira

Otávio Pereira, 49 anos, é natural de Florianópolis, nascido e criado no Morro da Descoberta.Teve uma infância de muita dificuldade. Irmão mais n + Mais

Vida nova na UFSC

ndi

As pioneiras no NDI

Dalanea Cristina Flor, 36 anos, é formada em pedagogia, possui graduação e mestrado pela UFSC. Trabalhava na escola do Hospital Universitário e fe + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi