Andreia dos Santos Farias

andreiaAndreia dos Santos Farias, 31 anos de idade, é natural de Irati, interior do Paraná. Teve uma infância tranquila, brincando, indo à escola, estudando. “Em cidade pequena a vida é bem tranquila”. Estudou até a 8ª série na mesma escola, pública. No ensino médio foi para outra escola, também pública.
Andreia fez graduação em ciências contábeis na Unicentro, a universidade da cidade. E continuou estudando, fez uma pós graduação em gestão de pessoas na mesma instituição. “Eu gostava dessa área e não havia muitas opções de cursos noturnos pois trabalhava durante o dia”. Resolveu fazer a pós-graduação em gestão de pessoas para ampliar a área de estudos. “Trabalhei 6 anos em escritório de contabilidade”.
Andreia vei morar em Santa Catarina depois que o marido passou em um concurso público para a cidade de Rio do Sul. “Ficamos lá um ano e meio. Saí do meu trabalho então estava prestando concursos públicos. Fiz a prova para a UFSC para o campus de Joinville mas fui chamada para Florianópolis”. Ela ficou na dúvida se viria pois morar na capital não era o que tinha planejado. “Acho que tudo é providência divina”, explica.
Andreia fez o concurso em 2011 e foi chamada em junho de 2012 e esta lotada na secretaria do curso de engenharia de produção. “Fui bem recepcionada pelos colegas. Fiquei feliz com a nomeação. Acredito que temos que tentar”. A trabalhadora conta que ficou impressionada com a estrutura da universidade. “Talvez quem está aqui já esteja acostumado com esta estrutura mas quem vem de fora fica”.
A questão do estudo também chamou a atenção da servidora. “Em pouco tempo percebi como a universidade tenta preparar os estudantes, acho isso muito importante e quem ganha é a sociedade”. A capacitação também chamou a atenção. “Acho bem legal isso. Hoje vou começar a fazer um curso”.
Sobre o sindicato, Adreia diz que já ouviu falar. “Desde que entrei teve bastante informação. Acho importante alguém para representar, para buscar os direitos da categoria”. Ela está interessada em filiar-se para estar por dentro dos movimentos.
Para o futuro a trabalhadora pensa em continuar estudando. “Estou me organizando para fazer o mestrado. Estou procurando fazer as habilitações para fazer o mestrado”. Moradora do centro da cidade, ela conta que está satisfeita em morar na capital. “A cidade é muito bonita. O transporte para a UFSC é bom. Já estou adaptada. A parte mais difícil é ficar longe da família. Quando tenho uma folga vou para o Paraná revê-los”.

Eu sou a UFSC

abilio

Abílio Neves de Anselmo

Abílio Neves de Anselmo, nasceu em Florianópolis em uma época onde a capital era mais tranquila e simples. Cresceu no bairro Pantanal, ao lado da u + Mais

Vida nova na UFSC

alan

Alan Lopes dos Santos

Alan Lopes dos Santos nasceu em Itajaí mas sempre residiu no município de Governador Celso Ramos. Pelo fato do pai ser trabalhador da pesca Alan mor + Mais
Sintufsc

sintufsc © todos os direitos reservados

Siga-nos:
Agência WEBi